Mini carrinho

PhD em Psicologia Integrativa e Aconselhamento

R$61,100.00

REF: DOU-PSIINTACO Categoria: Tag:

Descrição

Apresentação
O Doutorado em Psicologia Integrativa, tem como valor primordial a integralização da diversidade epistemológica e metodológica existente no campo da Psicologia. Oferece uma formação interdisciplinar, permitindo ao aluno compreender as necessárias interfaces da Psicologia com outros campos disciplinares, para uma adequada compreensão do fenômeno humano. Sustentado na configuração de um corpo docente destacado por sua formação teórica interdisciplinares, diversificada, interessado em campos de pesquisas distintos que englobam planos epistemológicos e metodológicos, práticas e/ou campos de investigação/intervenção, valorizando a multireferencialidade teórica, a interface dos campos de intervenção e a interdisciplinaridade múltiplos em psicologia integrativa.Linhas de Pesquisa:
O curso apresenta tratamento e prevenção em psicologia clínica que se desdobram em três linhas de pesquisa:
I. Família e Interação Social Cristã;
II. Análise do Comportamento Familiar e cristão;
III. Educação, Educação Cristã, Trabalho e Produção de Subjetividade;
IV. Avaliação e Reabilitação Neuropsicológica;
V. Psicopatologia Fundamental e Psicanálise
VI. Práticas Psicológicas em Instituições;
VII. Psicologia Clínica IntegrativaObjetivo Geral:
O objetivo do Programa de Doutorado em Psicologia Clínica Integrativa, é formar psicólogos clínicos e psiquiatras especialistas em psicoterapia, e que sejam capazes de basear suas ações no Modelo Integrativo e capazes de aplicar clinicamente e de forma pontual a Psicoterapia Integrativa.
Selecionar e integrar, de acordo com a demanda, as melhores contribuições desenvolvidas através evolução da psicoterapia através de uma sinergia positiva do modelo integrativo.

Objetivos Específicos:

– Promover o desenvolvimento das competências necessárias para o exercício da docência em Psicologia no ensino superior;
– Preparar profissionais na aplicabilidade e uso na área de Psicologia Clínica com a formação de profissionais de qualidade superior em todo o país capaz de avaliar, diagnosticar, aconselhar ou supervisionar em Psicologia Clínica;
– Produzir e divulgar conhecimento científico com relevância social na área específica da Psicologia.

Público Alvo:

Profissionais Graduados de Psicologia, psiquiatras, Teólogos, Professores, Psicopedagogos e áreas afins para se tornarem pesquisadores em Psicologia Clínica, incentivando o desenvolvimento da pesquisa em Psicologia Clínica Integrativa ou que estejam interessados em buscar qualificação para trabalhar com a Psicologia nos diversos campos.

METODOLOGIA
Para o melhor aproveitamento dos participantes as disciplinas constantes nos módulos serão conduzidas por meio de aulas expositivas, seminários e tutorias no sistema PBL, nas quais serão abordados aspectos teóricos e práticos, incluindo discussões de estudos de casos, sendo sempre incentivada a participação ativa dos discentes, bem como, a leitura prévia do conteúdo a ser ministrado. O programa do Mestrado – Pós-graduação se baseia em 70% sobre livros de texto publicados e 30% sobre a dissertação do projeto final da especialidade.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

I. Disciplinas CH CREDITS
MPI-FC 001. Seminários Introdutórios em Psicologia Familiar Cristã 30 2
MPI-FC 002. Metodologia da Pesquisa Aplicada à Psicologia 45 3
MPI-FC 003. Modelos e técnicas de diagnóstico e de intervenção psicológica 45 3
MPI-FC 004. Gestão e Supervisão de Serviços psicológicos sociais, públicos e consultas clínicas 45 3
MPI-FC 005. Transtornos de ansiedade e transtornos depressivos. 45 3
MPI-FC 006. Psicanalítica Avançada 60 4
MPI-FC 007. Psicologia do Desenvolvimento da Criança e do Adolescente: Psicologia Clínica e transtornos 60 4
MPI-FC 008. Teorias e Estratégicas em Aconselhamento Psicológico e o Modelo Integrativo 45 3
MPI-FC 009. Inglês Instrumental 30 2
MPI-FC 010. Praticas, Entrevistas, Modelos de Intervenção Psicodiagnóstico em Psicologia da Saúde. 45 3
MPI-FC 011. Psicologia sistêmica e Terapia Familiar 45 3
MPI-FC 012. Patologias do século XXI e Aspectos Neuropsicológicos 45 3
MPI-FC 013. Terapia Sexual 45 3
MPI-FC 014. Psicologia do fracasso escolar em crianças e adolescentes 45 3
MPI-FC 015. Psicoterapia breve e psicoterapia de apoio 45 3
MPI-FC 016. Terapia e avaliação cognitiva e comportamental 45 3
MPI-FC 017. Hipnose Clínica Experimental 60 4
MPI-FC 018. Seminários Sobre Dinâmica Familiar Cristã I 30 2
MPI-FC 019. Seminários Sobre Dinâmica Familiar Cristã II 30 2
MPI-FC 020. Interculturalidade 30 2
MPI-FC 021. Didática do Ensino Superior Aplicada à Psicologia 30 2
Total Créditos Disciplinas 900h 60
II. Dissertação
MPI-FC 022. Apresentação e Defesa da Dissertação 180h 12
Total Créditos Disciplinas 1080 72

Ementas das Disciplinas

MPI-FC 001. Seminários Introdutórios em Psicologia Familiar Cristã

Seminário: Introdução a Dinâmicas do Aconselhamento Cristão
Fundamentação teórico-metodológica da dinâmica do Aconselhamento Cristão. Fundamentos bíblicos para o ministério de aconselhamento. Aconselhamento noutético.

Seminário: Espiritualidade no Século XXI:
A espiritualidade do seguimento de Jesus Cristo, levando em conta fatores contextuais atuais de ordem antropológicos, eclesiais e sociais. Caracterização da espiritualidade cristã a partir de elementos da tradição bíblico-cristã e da teologia dogmática e moral, bem como do confronto com as espiritualidades contemporâneas vigentes e o desenvolvimento da espiritualidade cristã, visando possíveis contribuições para a experiência espiritual no atual contexto pós-moderno do século XXI.

Seminário: Cuidado Pastoral no Consumo de Substâncias Tóxicas
Princípios e técnicas de aconselhamento bíblico e psicossociais para substancias toxicas.

Seminário: Inteligência Emocional.
Os Cinco Componentes da Inteligência Emocional aplicada no âmbito familiar.

Bibliografia Básica:
BARRO, Jorge H.O Pastor urbano: dez desafios práticos para um ministério urbano bem sucedido. 2. ed. Londrina: Descoberta, 2003.
CENCINI, A. A árvore da vida: proposta de modelo de formação inicial permanente; São Paulo: Paulinas, 2007.
GOLEMAN, Daniel. Inteligência Emocional. Objetiva, Rio de Janeiro, 1995.
LUTZER, Erwin; RIBEIRO, Josué. De pastor para pastor: respostas concretas para os problemas e desafios do ministério. São Paulo: Vida, 2001.

MPI-FC 002. Metodologia da Pesquisa Aplicada à Psicologia

Discutir os paradigmas de pesquisa em Psicologia, a partir do exame da ciência moderna e de sua configuração na atualidade. Epistemologia da pesquisa em Psicologia. Elaboração de projeto de pesquisa. Revisão de literatura, formulação do problema de pesquisa e definição de hipóteses. Tipos de pesquisa. A escolha dos métodos. Métodos de natureza quantitativa. Métodos de natureza qualitativa. Preparação e coleta de dados, em cada método de pesquisa. Preparação e comunicação dos resultados da pesquisa. Ética na pesquisa.

Bibliografia Básica:
CONSTANTINO, E. P. ( Org. ) Percursos da pesquisa qualitativa em Psicologia. São Paulo: Arte & Ciência, 2007, UNESP.
CRESWELL, J. W. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto.Trad.Magda Lopes, 3 ed. Porto Alegre: Artmed, 2010.
Flick, U. (2009). Desenho da pesquisa qualitativa. Porto Alegre: Bookman/Artmed. (coleção pesquisa qualitativa).
Flick, U. (2009). Qualidade na pesquisa qualitativa. Porto Alegre: Bookman/Artmed. (coleção pesquisa qualitativa).
Kuhn, T. (1998). A estrutura das revoluções científicas. São Paulo: Perspectiva.
Minayo, M. C. S. (2010). O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde.12ed. São Paulo: Hucitec.
Minayo, M. C. S., Assis, S. G., & Souza, E. R. (orgs.) (2005). Avaliação por
triangulação de métodos: abordagem de programas sociais. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz.

MPI-FC 003. Modelos e técnicas de diagnóstico e de intervenção psicológica

Processo psicodiagnóstico como tarefa do(a) psicólogo(a) clínico(a) e os passos necessários para sua operacionalização: entrevistas, definição de objetivos, plano de avaliação, bateria de testes, devolução de resultados, elaboração do laudo. Relação teoria e prática dos aspectos que envolvem a técnica de diagnóstico psicológico desenvolvida em instituições da comunidade e supervisionada.

Bibliografia Básica
EIZIRIK, Cláudio Laks; AGUIAR, Rogério Wolf; SCHESTATSKY, Sidnei Samuel (Org) Psicoterapia de orientação analítica: fundamentos teóricos e clínicos. Porto Alegre: Artmed, 2005.
Pasquali, L et al. (2010). Instrumentação Psicológica: Fundamentos e Práticas. São Paulo: Artmed.

MPI-FC 004. Gestão e Supervisão de Serviços psicológicos sociais, públicos e consultas clínicas

Integração teórico-prática de conhecimentos, habilidades e atitudes para uma prática profissional a ser desenvolvida em contextos e/ou instituições formais ou informais. Operacionalização dessa atividade em instituições da comunidade com gestão e supervisão de serviços psicológicos sociais, públicos e consultas clínicas.

Bibliografia Básica
EIZIRIK, Cláudio Laks; AGUIAR, Rogério Wolf; SCHESTATSKY, Sidnei Samuel (Org) Psicoterapia de orientação analítica: fundamentos teóricos e clínicos. Porto Alegre: Artmed, 2005.
ENÉAS, Maria Leonor Espinosa. Fundamentos da mudança psíquica: recursos para o manejo técnico em psicoterapia breve. Psicologia: Teoria e Prática,v.2, n.1, 75-94, 2000.
KUSNETZOFF, Juan Carlos. Psicanálise e psicoterapia breve. Rio de Janeiro: Zahar, 1980.
SIMON, Ryad. Psicologia clínica preventiva: novos fundamentos. São Paulo: EPU, 1989

MPI-FC 005. Transtornos de ansiedade e transtornos depressivos.

Transtornos de ansiedade, transtornos do humor, transtornos somatoformes e transtornos de personalidade. Transtornos depressivos.

Bibliografia Básica
APA. DSM-5. Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais. 5a Edição. Porto Alegre: Artmed, 2014.
BARLOW, D. H. & DURAND, V. M. Psicopatologia. Uma abordagem integrada. Trad. da 4a edição. São Paulo: Cengage Learning, 2008.
BERGERET, J. Noção de normalidade. In : BERGERET & col. (2006) Psicopatologia, Teoria e Clínica. 9a edição. Porto Alegre: Artmed, p. 130-131.
BERGERET, J. Noção de estrutura. In : BERGERET & col. (2006) Psicopatologia, Teoria e Clínica. 9a edição. Porto Alegre: Artmed, p. 132-135.
BUCHER, R. A questão da indicação para psicoterapia. In: BOUCHER, R. (1989). Psicoterapia pela fala. Fundamentos, preincípios, questionamentos. São Paulo: EPU, p. 165-181.
KUSNETZOFF. J.-C. Aspectos genéticos. O conceito de causalidade psicopatológica. As séries complementares de Freud. In: Introdução à psicopatologia psicanalítica. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1982. 17-26.

MPI-FC 006. Psicanalítica Avançada

Tem como proposta básica contribuir para a produção de um saber que se constrói na articulação da teoria e da prática psicanalítica. Apresenta a noção de sintoma. Neurose, perversão e psicose. Padecimentos do corpo. Conceitos da Psicanálise: Inconsciente, Pulsão, Narcisismo, Édipo. Defesas: recalcamento, repúdio e desmentida. Contribuições da escola inglesa, francesa e americana. Aplicabilidade dos conceitos básicos da técnica em psicanálise: aliança terapêutica, transferência e contratransferência, resistência e seus impasses, atuação, insight e elaboração nos diversos momentos do ciclo vital. As diversas modalidades da técnica psicanalítica: a psicoterapia breve, a psicoterapia de apoio e a psicanálise propriamente dita, enfatizando as escolas francesa, inglesa e a psicologia do ego.
Tendo como objeto central de investigação o sujeito na cultura, utiliza uma abordagem teórico-clínica referida à Psicanálise em articulação com diferentes campos do saber, tais como a Psicologia Social, a Filosofia e as Ciências Sociais. A partir desta concepção ampliada de clínica e considerando as múltiplas transformações e jogos de poder que atravessam o mundo contemporâneo, torna-se possível pensar as diferentes formas de subjetivação que se processam na atualidade, assim como seus efeitos sobre a clínica atual.

Bibliografia Básica
ABRAHAM, K. Teoria psicanalítica da libido: sobre o caráter e o desenvolvimento da libido. Rio de Janeiro: Imago, 1970.
DOLTO, F. Psicanálise e Pediatria. Rio de Janeiro: Zahar, 1972.
LAPLANCHE, J. & Pontalis, J. B. Vocabulário de Psicanálise. São Paulo: Martins Fontes, 1997.
LE BOULCH, J. O desenvolvimento psicomotor do nascimento até os 6 anos: a psicocinética na idade pré-escolar. Porto Alegre: Artmed, 2001.

MPI-FC 007. Psicologia do Desenvolvimento da Criança e do Adolescente: Psicologia Clínica e transtornos

A disciplina apresenta as principais teorias do desenvolvimento biopsicossocial da criança e do adolescente, com ênfase na abordagem psicanalítica. O processo psicodiagnóstico em crianças e adolescentes. Instrumentos e técnicas. Diagnóstico diferencial. Campos de aplicação. Questões éticas. Equipe interdisciplinar e negociação do diagnóstico.

Bibliografia Básica
BARROS, D. D. Imagem Corporal: a descoberta de si mesmo. História, Ciências, Saúde –Manguinhos, V. 12, n. 2, p. 547-54, 2005.
FREUD, S. Conferência XXI: O Desenvolvimento da Libido e as Organizações Sexuais. In S. Freud, Obras psicológicas completas. Rio de Janeiro: Imago, 1916-1917/1974. Trabalho original publicado em 1916-1917.
FREUD, S. Conferência XX: A vida Sexual dos Seres Humanos. . In S. Freud, Obras psicológicas completas. Rio de Janeiro: Imago, 1916-1917/1974. Trabalho original publicado em 1916-1917.
KAIL, R. V. A Criança. São Paulo: Prentice Hall, 2004.
SHAFFER, D. R. Psicologia do desenvolvimento: Infância e adolescência. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2005.
WINNICOTT, D. W. A Preocupação Materna Primária. In: Da Pediatria à Psicanálise. Rio de Janeiro: Imago, 1956/2000

MPI-FC 008. Teorias e Estratégicas em Aconselhamento Psicológico e o Modelo Integrativo

História e os desenvolvimentos atuais na teoria e prática do aconselhamento psicológico. Diferentes perspectivas teóricas do aconselhamento. A teoria e a prática da entrevista no processo de aconselhamento psicológico. Diversos tipos de aconselhamento. O desenvolvimento e os resultados do aconselhamento psicológico. Questões éticas envolvidas na prática do aconselhamento psicológico.

Bibliografia Básica
MAY, R. A Arte do aconselhamento psicológico. Petrópolis: Vozes, 2001.
MORATO, H. (Org.) Aconselhamento psicológico centrado na pessoa. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1999.
FORGHIERI, Yolanda Cintrão. Aconselhamento terapêutico: origens, fundamentos e prática. São Paulo:
Thomson, 2007. 150 p.

MPI-FC 009. Inglês Instrumental

Conscientização e transferência de estratégias de leitura em língua materna para leitura em língua inglesa. Desenvolvimento de estratégias de leitura em língua inglesa e noções da estrutura da mesma língua. Aquisição de vocabulário.

Bibliografia Básica
GAMA, A.N.M. et al. Introdução à Leitura em inglês. 2ed. rev. Rio de Janeiro:
Ed. Gama Filho, 2001.
MUNHOZ, Rosangela. Inglês Instrumental. Módulos I e II. São Paulo: Texto novo, 2002.
SOUSA, Adriana et al. Leitura em Língua Inglesa. São Paulo: Disal, 2005.

MPI-FC 010. Praticas, Entrevistas, Modelos de Intervenção Psicodiagnóstico em Psicologia da Saúde.

Estudo teórico-prático da entrevista psicológica. Tipos de entrevista nas diversas áreas da Psicologia. Entrevista com crianças, adolescentes, adultos e grupos.
Avaliação, investigação e intervenção em Psicologia da Saúde.

Bibliografia Básica
BLEGER, J. Temas em psicologia: entrevista com grupo. São Paulo: Martins Fontes, 1980.
DANA, M. F.; MATOS, M. A. Ensinando a observação: uma introdução. São Paulo: EDICOM, 1998.
FAGUNDES, A. J. M. Descrição, definição e registro de comportamento. São Paulo: EDICOM, 1999
PASQUALI, L et al. (). Instrumentação Psicológica: Fundamentos e Práticas. São Paulo: Artmed, 2010

MPI-FC 011. Psicologia sistêmica e Terapia Familiar

Caracteriza-se pelo estudo da família sob os enfoques sistêmico, clínicos e socioculturais. A psicoterapia de família e casal é investigada, enfatizando-se a articulação entre as abordagens psicanalíticas e sistêmicas. Procura-se, ainda, investigar aspectos relevantes na constituição da família e do casamento contemporâneo, ressaltando-se os fatores socioculturais. A construção da subjetividade na infância e na adolescência é objeto de estudo a partir da abordagem psicanalítica e de pesquisas sobre a parentalidade, a clínica dos primórdios e a relação entre o sintoma adolescente e o laço social.

Bibliografia Básica
BERENSTEIN, I. Problemas familiares contemporâneos o situaciones familiares actuales invariância y novedad. in Revista Psicologia USP, volume 13, nº 2, 2002, pp. 15 a 26.
CARVALHO, M. C. B. (org). A família contemporânea em debate. São Paulo: Cortez, 1995.
OSÓRIO, L.C. ; VALLE, M.E. Terapia de Famílias-Novas Tendências. Porto Alegre: Artmed, 2002.
OSÓRIO, L.C. ; VALLE, M.E. Manual de Terapia Familiar. Porto Alegre: Artmed, 2009.
SZYMANSKI, H. Cadernos de Ação-Trabalhando com Famílias. São Paulo: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 1992.

MPI-FC 012. Patologias do século XXI e Neurociência

Reconhecimento das tendências atuais de adoecimento psíquico. Perspectivas atuais em relação ao conceito de normal e patológico na Psicologia e na Psiquiatria. Psicopatologias atuais. Dependência química e atuação do psicólogo. Pesquisas em psicopatologia. Sistema Nervoso: classificação, estrutura e funções. Relações entre as áreas cerebrais e funções cognitivas. Neurociência clínica: bases neurológicas de quadros neurológicos e psiquiátricos. Avaliação neurológica. Neuropsicologia: conceitos, histórico e métodos. Avaliação neuropsicológica da atenção, memória, funções e linguagem/ comunicação. Bases da intervenção neurocognitiva. Estudo do diagnóstico psicopedagógico dos processos cognitivo, psicossocial e motor a aprendizagem de crianças. Adolescentes e adultos. Estudo e discussão das ações afirmativas em educação especial na Perspectiva da Educação Inclusiva.

Bibliografia Básica
FORGHIERI, Y. C. Psicologia fenomenológica: fundamentos, método e pesquisas. Campinas: Pioneira, 2000.
OCAMPO, M. L. S.. O Processo psicodiagnóstico e as técnicas projetivas. São Paulo: Martins Fontes, 1981
ZIMERMAN, D. Fundamentos psicanalíticos: teoria, técnica e clínica. Porto Alegre: Artmed, 1999.

MPI-FC 013. Terapia Sexual

Estudo das contribuições filosóficas e científicas à psicologia da sexualidade humana. Relação sexualidade, gênero e cultura. Psicopatologias da sexualidade. Aspectos éticos do estudo e das abordagens atuais da sexualidade humana. A psicologia e a filosofia da educação sexual. Desenvolvimento psicossexual: infância, adolescência, idade adulta. Educação sexual na família e na escola: metodologia e linguagem. Manifestações da sexualidade e problemas de natureza psicossocial. A evolução da educação sexual. Sexualidade e historicidade. A dimensão social da sexualidade. Pesquisas sobre sexualidade.

Bibliografia Básica:
NNON, J. S. S.P. TRATAMENTO COMPORTAMENTAL DOS PROBLEMAS SEXUAIS. MANOLE 1980.
BIRMAN, J. R.J. SEXUAKLIDADE NA INSTITUICAO ASILAR ACHIAME 1980.
SON, F. M. SEXUALIDADE INFANTIL. ROCA. 1984
HISTORIA DA SEXUALIDADE VOL. I GRAAT 1985
GREGERSEN, E. S.P. PRATICAS SEXUAIS. A HISTORIA DA SEXUALIDADE HUMANA ROCA 1983.

MPI-FC 014. Psicologia do fracasso escolar em crianças e adolescentes

Análise e discussão de teorias, projetos de pesquisa e/ou intervenção na área de psicologia escolar relacionados a interesses de investigação de professores e alunos, voltados para a avaliação no contexto escolar, instrumentos e procedimentos de avaliação do professor, do aluno. Fundamentos históricos da psicometria. Princípios da construção de instrumentos de avaliação psicológica. Contextos de aplicação. Diferenciação entre laudo pericial, parecer, relatório e atestado.

Bibliografia Básica
ABRAMOWICZ, A.; MOLL, J. Para além do fracasso Escolar. Papirus, Campinas, SP., 1997.
CUNHA, M. I. O bom professor e sua prática. 5ª ed., Papirus, Campinas, SP, 1995.
COUTINHO, M. T. C. Psicologia da Educação. 5ª ed., Editora Lê, Belo Horizonte, MG, 1997.
COLL, C.; PALÁCIOS, J.; MARCHESI, A. Desenvolvimento Psicológico e Educação: Psicologia da Educação (vol 2).
Artes Médicas, POA, RS, 1995.
VYGOTSKY, L. S. A formação Social da Mente. 5ª ed., Martins Fontes, São Paulo, SP, 1994.
WALLON, H. Psicologia e Educação da Infância. Lisboa: Editorial Estampa, 1980.

MPI-FC 015. Psicoterapia breve e psicoterapia de apoio

Aplicabilidade da psicoterapia breve: contextos, alcances e limites técnicos e éticos. A disciplina define a psicoterapia breve e seu desenvolvimento histórico, e correlaciona conceitos teóricos e técnicos que especificam esta modalidade de atendimento.

Bibliografia Básica
CALIGOR, Eve; KERNBERG, Otto; CLARKIN, John. Psicoterapia dinâmica das patologias leves de personalidade. Tradução Sandra Maria Mallmann da Rosa. Porto Alegre: Artmed, 2008, 288p.
COELHO FILHO, Joaquim Gonçalves. Término em psicoterapia dinâmica breve. In: SEGRE, Carlos David (Org.). Psicoterapia breve. São Paulo: Lemos, 1997.
YOSHIDA, Elisa Medici Pizão; ENÉAS, Maria Leonor Espinosa (Org.). Psicoterapias psicodinâmicas breves: propostas atuais. 2ª. ed. Campinas: Alínea, 2007.
YOSHIDA, Elisa Medici Pizão. Psicoterapias psicodinâmicas breves e critérios psicodiagnósticos. São Paulo: EPU, 1990.

MPI-FC 016. Terapia e avaliação cognitiva e comportamental

A disciplina apresenta os princípios teóricos da Análise do Comportamento de filosofia Behaviorista Radical e da Psicologia Cognitiva e suas implicações nas estratégias de intervenções terapêuticas.

Bibliografia Básica:
ABREU, C. N. GUILHARDI, H. J. Terapia Comportamental e Cognitivo comportamental. São Paulo: Roca, 2004.
ARAÚJO, J.R., MEDEIROS, C.A. (2003). Classificação diagnóstica: o que a análise do comportamento tem a dizer? Em H.M. Sadi & N.M.S. Castro (orgs.), Ciência do Comportamento – conhecer e avançar. Santo André: ESETEc. Volume 3.
BANACO, R. A. Tendências neo-behavioristas da terapia comportamental: uma análise sobre a relação terapêutica, Anais do I Encontro sobre Psicologia Clínica da Universidade Mackenzie, 1997, 36-43.
CHAMATI, A. B. D. & PERGHER, N. K. (2010). Modelagem do Comportamento de Falar a Verdade em Sessões de Terapia. Revista Psicolog.
COLOMBINI, F. A. & PERGHER, N. K. (2009). Decisões clínicas na Terapia Analíticocomportamental. Acta Comportamentalia, 17 (2), 235-253.
MEYER, S. B. Análise funcional do comportamento. In: Carlos Eduardo Costa; Josiane Cecília Luzia; Heloísa Helena Numes Sant’Anna. (Org.). Primeiros Passos em Análise do Comportamento e Cognição. 1 ed. Santo André: ESETec, 2003, v. p. 75-91.

MPI-FC 017. Hipnose Clínica Experimental

Proporcionar a compreensão das teorias, dos procedimentos, da investigação e das aplicações clínicas atuais da Hipnose Clínica, bem como ensinar competências práticas nas aplicações Clínicas.

Bibliografia Básica:
BAUER, Sofia. Manual de Hipnoterapia Ericksoniana. São Paulo: Wak, 2010.
COSTA, Ferreira. VINICIUS, Marlus. Manual Brasileiro de Hipnose Clínica. São Paulo: Atheneu, 2000.
COSTA, Ferreira. VINICIUS, Marlus. Hipnoterapia no Alcoolismo, Obesidade, Tabagismo. São Paulo: Atheneu, 2011.
MARTO, José M. SIMÕES, Mário P. Hipnose Clínica – Teoria, pesquisa e prática. LIDEL, 2013.

MPI-FC 018. Seminários Sobre Dinâmica Familiar Cristã I

-Genesis e evolução da Família
Abordagem histórico-bíblica do convívio familiar. Família e sociedade. Família e igreja. Atividades de valorização da família e da relação conjugal.

-Intervenção Terapêutica na Crise Familiar
A família como grupo social; Resiliência na família; Família e violência física/simbólica; Origem dos conflitos no casamento – necessidades e obrigações; Choque nas relações de gerações, sexualidade e gênero. Crises e perdas na família. Programas educativos de apoio à família.

-Aconselhamento Matrimonial e Familiar
A família na Bíblia. Estudo da perspectiva bíblica do matrimônio. Considerações sobre o namoro e noivado cristão. A relação marido e mulher.

-Terceira Idade e Família
Auto-conceito e papéis na terceira idade. A velhice como estágio do desenvolvimento normal do ser humano.

Bibliografia Básica:
ARIES, Philippe; FLASKSMAN, Dora. História social da criança e da família. 2. ed. -. Rio de Janeiro: LTC, c1981.
DEBERT, G. Envelhecimento e Representação da Velhice, in Ciência Hoje. Vol. 8, n° 44, julho de 1988, 60-68.
HADDAD, E. G. de M. A Ideologia da Velhice. São Paulo: Cortez, 1986.
KOSTENBERGER, Andreas J. Deus, casamento e família: reconstruindo o fundamento bíblico. Tradução de Susana Klassen. São Paulo: Vida Nova, 2011.
LASCH, Christopher; TRONCA, Italo; SZMRECSANYI, Lucia. Refúgio num mundo sem coração: a família: santuário ou instituição sitiada?. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1991.
Maldonado, Jorge Crises e Perdas na Família:Consolando os que sofrem. Viçosa: Editora Ultimato, 2005.
PETRINI, João; CAVALCANTI, Vanessa R. S. Família, sociedade e subjetividade. Petrópolis: Vozes, 2005.
RAINEY, Dennis; JUSTINO, Emirson. Ministério com famílias no século XXI: 8 grandes idéias para pastores e lideres. São Paulo: Vida, 2003.
SANTOS, Augusto Cesar Maia. Relacionamento familiar. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, 2010.

MPI-FC 019. Seminários Sobre Dinâmica Familiar Cristã II

-Dependência Emocional e Relações Destrutivas
Dependência Emocional. Violência e discriminação na família: aspectos bíblicos e atuais.

-Aconselhamento no Divórcio
Abordagem teológica-prática da questão do divórcio e do novo casamento.

-Modelos Familiares no Contexto Latino e no Século XXI
Conceitos de família e suas novas formas de organização na América Latina e no século XXI. Família e as mudanças socioculturais, éticas e religiosas.

-O Consultório e seus Procedimentos
A Relação psicólogo com seu cliente. Aspectos relativos à pratica de atendimento no consultório clínico. Perspectivas ético cristãs.

Referências Básicas
BARRO, Jorge H.O Pastor urbano: dez desafios práticos para um ministério urbano bem sucedido. 2. ed. Londrina: Descoberta, 2003.
LUTZER, Erwin; RIBEIRO, Josué. De pastor para pastor: respostas concretas para os problemas e desafios do ministério. São Paulo: Vida, 2001.
KOSTENBERGER, Andreas J. Deus, casamento e família: reconstruindo o fundamento bíblico. Tradução de Susana Klassen. São Paulo: Vida Nova, 2011.
SANTOS, Augusto Cesar Maia. Relacionamento familiar. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, 2010.
PETRINI, João; CAVALCANTI, Vanessa R. S. Família, sociedade e subjetividade. Petrópolis: Vozes, 2005.
RAINEY, Dennis; JUSTINO, Emirson. Ministério com famílias no século XXI: 8 grandes idéias para pastores e lideres. São Paulo: Vida, 2003.

MPI-FC 020. Interculturalidade

A interação social como processo constitutivo do desenvolvimento humano.
Correlatos biológicos em articulação com contextos histórico-culturais que circunscrevem o comportamento humano. Destaca a relação dos temas para os problemas práticos num mundo e ministérios cada vez mais multiculturais.
Globalização e sociedades multiculturais. Conceitos de cultura, identidade e diferença. Multiculturalismo: gênese e principais tendências. Igualdade e diferença; universalismo e relativismo. Questões e tensões no cotidiano: gênero, raça, orientação sexual e religião. Educação multicultural. A perspectiva da educação intercultural. Currículo e interculturalidade. A escola como espaço de encontro intercultural. Estratégias pedagógicas e perspectiva intercultural.

Bibliografia Básica
ANDRADE, Marcelo (org.). A diferença que desafia a escola: a prática pedagógica e a perspectiva intercultural; Rio de Janeiro: Quartet, 2009.
CANDAU, V. M. (Org.). Educação intercultural e cotidiano escolar; Rio de Janeiro: 7 Letras, 2006.
GONÇALVES, Luiz Alberto Oliveira; SILVA, Petronilha Beatriz. O Jogo das diferenças: o multiculturalismo e seus contextos; Belo Horizonte: Autêntica, 1998.

MPI-FC 021. Didática do Ensino Superior Aplicada à Psicologia

Didática do Ensino Superior: perspectivas e desafios no atual contexto sócio-econômicopolítico mundial e brasileiro: as questões postas pela atual reforma da educação superior. Modelos de Planejamento Pedagógicos, Métodos e Procedimentos Pedagógicos, Parâmetros Curriculares. Investigação-ação. Análise de livros, Apostilas e Métodos Educacionais, Conteúdos Programáticos, Mídias Eletrônicas de Comunicação e Informatização do Conhecimento.

Bibliografia Básica
ANASTASIOU, L; ALVES, L. (orgs.). Processos de ensinagem na universidade: pressupostos para as estratégias de trabalho docente em aula. 6 ed. Joinville: Univille, 2006.
BEHRENS, M. A. Docência Universitária na sociedade do conhecimento. Coleção educação, teoria e prática, Vol. 3. Curitiba: Champagnat, 2003.
_______. O paradigma emergente e a prática pedagógica. Curitiba: Champagnat, 1999.
MASETTO, M.T. Competência pedagógica do professor universitário. São Paulo: Summus Editorial, 2003a.

MPI-FC 022. Apresentação e Defesa da Dissertação

Trata-se da disciplina em que o estudante de mestrado deverá se inscrever para receber a orientação necessária para a elaboração de sua dissertação de mestrado, orientação esta que abrange a supervisão da pesquisa, da organização do material e da redação da dissertação. Orientação sobre os projetos e apresentação em forma de seminário. A bibliografia da disciplina será a necessária para a elaboração da dissertação.

Bibliografia Básica
A bibliografia variará de acordo com o tema da tese.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “PhD em Psicologia Integrativa e Aconselhamento”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *